Universidade Castelo Branco Celebra o Dia Nacional da Pessoa Idosa com atividades voltadas aos 60+

Você sabia que no dia 1º de Outubro é comemorado o “Dia Nacional do Idoso”?

A data foi oficialmente definida na Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), em 14 de Dezembro de 1990 e reconhecida como o “DIA MUNDIAL DA PESSOA IDOSA”, que é também lembrado no Brasil, não só como uma data a ser comemorada. O Dia Nacional do Idoso traz como pauta, a homenagem às pessoas idosas, assim como a conscientização e sensibilização da sociedade sobre as necessidades e direitos desse público.

Alunos do curso de Direito lendo o informativo distribuído – Foto: Bruno Cilento/UCB

Segundo informações divulgadas pelo IBGE, o Brasil tem hoje mais de 33 milhões de idosos, o que representa um número superior a 15% da população do país. Em 2050, um a cada 4 brasileiros será idoso e esse percentual acende um alerta sobre essa faixa etária, como por exemplo, a utilização desse grupo ao sistema único de saúde (SUS), onde quase 80% dessas pessoas são usuárias dos serviços.

A Universidade Castelo Branco, sempre engajada com temáticas sociais, de grande relevância, promoveu no dia 2 de outubro (segunda-feira), uma roda de conversa entre os alunos do curso de Direito da instituição. Foi o “Café da Melhor Idade” e que trouxe para o bate papo, assuntos como “os direitos da pessoa idosa”, o “Estatuto do Idoso” e “Previdência Social”

Professora Terezinha Rosa, coordenadora do curso de Direito da universidade considera muito importante atividades como esta, porque agrega valor aos alunos. Ela diz: “O maior objetivo desse evento é fazer uma conscientização do nosso curso de direito com relação ao idoso. Quando a gente começa a trabalhar esse tipo de legislação, muitos alunos se identificam, porque dizem cuidar ou morar com pessoas idosas. Com isso, eu quero dizer para eles que as pessoas com mais de 60 anos hoje, estão muito presentes no mercado de trabalho. Elas estão presentes no dia a dia deles. Então, o que a gente quer é mudar esse perfil. Dizer o quanto essas pessoas são valorosas pra gente, porque o valor vai muito além da utilidade.”

Professora Terezinha Rosa presenteando uma das funcionárias mais antigas da UCB, a Senhora Denise – Foto: Bruno Cilento/UCB

A data também marca os 20 anos da criação do Estatuto do Idoso, em 1º de Outubro de 2003, através da Lei nº 10.741, atualizado posteriormente, em 22 de Julho de 2022, com a Lei nº 14.423, sendo renomeado para “Estatuto da Pessoa Idosa”, mas de igual forma, destinado a regular os direitos assegurados às pessoas com 60 anos ou mais.

Se você tem algum idoso em casa, trate-o bem, com carinho, atenção, muito respeito e sempre que puder e tiver oportunidade, pare para conversar e se encante com o universo de histórias vividas por essas pessoas. Afinal de contas, eles estão por aqui há muito mais tempo que nós e é uma honra tê-los como referência.

Para acessar o Estatuto da Pessoa Idosa, clique no link e faça o download:

https://www.gov.br/mdh/pt-br/centrais-de-conteudo/pessoa-idosa/estatuto-da-pessoa-idosa.pdf/@@download/file

Tags