Liga Acadêmica de Medicina Veterinária e UCB promovem Ciclo de Palestras

A Liga Acadêmica de Animais Domésticos (LAAD) realizou, com o apoio da Universidade Castelo Branco, no último dia 22 de agosto, atividades que marcaram oficialmente o início do semestre letivo de 2023.2 do curso de Medicina Veterinária, Campus Realengo. Foi o “I CICLO DE PALESTRAS DA LAAD”.

Alunos atentos à palestra do professor Eduardo Villela, falando sobre Repteis – Foto: Bruno Cilento/UCB

No período da manhã, uma aula sobre Clínica Médica de Repteis ministrada pelo professor Eduardo Villela prendeu a atenção de todos os alunos que descobriram, por exemplo, que existem muitas diferenças e particularidades sobre esses animais. Muitas curiosidades e interesses no tema abordado pelo convidado.

Já na parte da noite, a professora Ana Carolina Rocha trouxe a Dermatologia Veterinária para ser discutida entre os alunos participantes e que, igualmente à palestra da manhã, se mostraram bastante interessados.

Professora Ana Carolina e a dermatologia veterinária – Foto: Bruno Cilento/UCB

Apesar de assuntos muito diferentes, cuidados e tratamentos específicos para cada uma das espécies, uma particularidade entre os dois palestrantes se mostrou bastante latente. Ambos são ex-alunos da UCB e voltar à universidade que os formou, agora como palestrantes para futuros colegas de profissão, foi algo emocionante para eles.

Para o professor Eduardo Villela que também é professor da Castelo, no Campus Penha, voltar como palestrante é ver olhos vibrantes como os dele, quando começou a faculdade. “Me vejo novamente sentado no lugar deles, sentindo a mesma sensação. Vê-los com a mesma emoção que senti quando assistia palestras é ver multiplicar a mesma sensação lá do começo”, disse o professor que, ao ser perguntado sobre sua preferencia por trabalhar com répteis, respondeu: “são os meus favoritos pelo mistério que é trabalhar com eles. Mais do que uma outra espécie, a gente precisa investigar, quase que sozinho. Estou com um animal na minha frente que quase não demonstra nada do que está sentindo. Por isso, diferenciado.”

A professora Ana Carolina, que compartilha do mesmo pensamento do professor Eduardo, reafirma a emoção em estar à frente de futuros médicos veterinários e como é poder se sentir de volta, no lugar deles e pensar que, já esteve no lugar desses alunos. Falou também da importância do trabalho realizado pelas Ligas Acadêmicas. Sobre isso, ela disse: “Acho de extrema importância esse tipo de iniciativa, porque às vezes, as pessoas não podem sair da universidade e eles trouxeram os palestrantes pra cá. Nos primeiros períodos é sempre bom que eles já tenham contato com outros assuntos que só terão mais pra frente e as ligas acadêmicas propiciam isso para os alunos. Essa aproximação com temas que só seriam vistos nos estágios. ”

Duas turmas, turnos diferentes, mas a mesma paixão pela Medicina Veterinária – Bruno Cilento/UCB

Lembrando que a Universidade Castelo Branco oferece a graduação em Medicina Veterinária no Campus Penha e no Campus Realengo e o curso conta com diversas ligas acadêmicas. Quem sabe você não se identifica com alguma e já faz parte, como ligante, nos próximos eventos?!

Tags