Estudantes de Medicina promovem roda de conversas sobre saúde com moradores da comunidade Nogueira de Sá

O evento ocorreu na sede do Instituto Casa Viva, em Sulacap

Alunos do primeiro período do curso de Medicina realizaram, nesta quarta-feira (22), uma roda de conversas com moradores da comunidade Nogueira de Sá, em Sulacap, Zona Oeste do Rio. A ação, que contou com dinâmica de “Fato ou Fake?”, falou sobre planejamento familiar, métodos contraceptivos e doenças sexualmente transmissíveis. A atividade faz parte da disciplina de Extensão Universitária e foi em parceria com o Centro Municipal de Saúde Professor Massao Goto.

Os estudantes foram inseridos nas equipes de saúde da região de Sulacap, onde tiveram acesso a rotina dos médicos, enfermeiros e dos agentes de saúde do CMS, para que pudessem conhecer a agenda da comunidade. Segundo o professor Hélio Furtado, responsável pela disciplina, a proposta da extensão é proporcionar aos alunos a possibilidade de colocarem em prática a teoria estudada em sala de aula. “Essa interação e vivência no campo é fundamental para a aprendizagem acadêmica”, disse o professor.

A principal demanda encontrada pelos alunos junto aos moradores foi a de gravidez indesejada. As doenças sexualmente transmissíveis (DST) também foram incluídas no debate. “Para que não fique cansativo, pensamos nessa roda de conversas com questões afirmativas, para que os moradores dissessem se são fato ou fake. Aproveitamos para incluir algumas informações tanto de DST quanto da Clínica da Saúde que atende a comunidade”, explica Tauany Lisniki, aluna do 1º período de Medicina.

Placas usadas na dinâmica de Fato ou Fake. FOTO: Divulgação/ UCB.

Para a estudante Hilsa Flávia, fazer atividades de extensão no primeiro período é uma oportunidade que outras pessoas não têm. “A gente já começa a lidar com a comunidade, interagindo com eles, vendo os aspectos de dificuldades que eles têm e as nossas também, né? Porque estamos lidando com pessoas. Então, é uma experiência super agradável”, destaca Hilsa.

Mayara dos Santos Vidal, 32, moradora da região de Sulacap, participou pela primeira vez de uma atividade de extensão promovida pelos alunos da UCB. “Foi uma experiência que tirou algumas dúvidas que eu tinha e que a gente tenha mais momentos como esse, pois precisamos participar de eventos que tragam conhecimento para a gente”, afirma.

O evento contou ainda com a participação dos agentes de saúde do Centro Municipal de Saúde Professor Masao Goto, além de distribuição de preservativos.

Tags

Leia também